Aryane Gouvea Especialista em Marketing na MOB1. Planejo ações e conteúdos que possam ajudar pessoas.

Os 6 modelos de liderança mais comuns no segmento automotivo

3 min | leitura

modelos de liderança

Para garantir a sintonia dentro de uma concessionária, assim como em toda empresa, é fundamental uma gestão organizacional competente. Principalmente, modelos de liderança que se adaptem a organização, uma vez que o gestor tem um papel fundamental nos resultados alcançados por sua equipe. 

Um líder, independente do setor, pode motivar, desafiar e impulsionar os profissionais com os quais trabalha, entretanto, também pode burocratizar e limitar  funções, tornando o dia a dia bastante difícil.

Por isso hoje, este texto aborda de forma simples as teorias e os diferentes modelos de liderança existentes no mercado. Continue lendo e descubra qual tipo de líder você é!

Teorias e modelos de liderança

Basicamente, os modelos de liderança são agrupamentos de características comportamentais, interpessoais, intelectuais, aspectos físicos e de personalidade, mas também questões situacionais, iniciativas decisórias e outros aspectos comuns aos líderes.

Teoria dos Traços

Há mais de um século, a ciência realiza estudos sobre as teorias administrativas. Uma delas intercala-se a psicologia, a Teoria dos Traços. Ela teve início com o antropólogo Francis Galton em 1869 e foi adaptando-se até o significado atual. Uma série de características das quais algumas que confere aos portadores uma “competência nata” para cargos de liderança. 

Dentre elas, segundo Hoffman, os aspectos relacionados ao sucesso e eficácia de um líder são:  motivação de realização, energia, flexibilidade, domínio, honestidade ou integridade, autoconfiança, criatividade e carisma. Assim como, boa comunicação oral, boa comunicação escrita, habilidades de gerenciamento, habilidades de resolução de problemas e de tomada de decisão. 

Outros estudiosos continuaram a se preocupar com o tema, como Zaccaro, Kemp, e Bader, que em 2004  criaram o modelo dos Traços de liderança. 

Logo, para eles, os padrões presentes em líderes eficazes podem ser agrupados em: Extroversão, Amabilidade, Conscienciosidade,  Abertura, Honestidade e integridade, Carisma Inteligência, Criatividade, Motivação de realização, Necessidade de poder e influência,  Habilidades interpessoais, Resolução de problemas gerais, Tomada de decisão, Conhecimento técnico e Habilidades de gestão. 

Outras teorias

As Teorias Comportamentais surgiram por volta da década de 40 e sugeriam que líderes não tinham características natas, mas sim, poderiam ser treinados e desenvolvidos para a função. 

Já durante a década de 70 surgiram  outras duas Teorias importantes para qualquer gestor: a Situacional e a Contingencial. Para a Situacional o estilo de liderança refere-se ao padrão comportamental da pessoa ao tentar influenciar os outros. Por exemplo, os líderes que motivam, apoiam, participam e focam em metas desafiadoras. 

Já de acordo com a Contingencial, o gestor deve ajustar-se à estrutura e cenários disponíveis, sendo fundamental aqui a tomada de decisão e sua relação com os subordinados.

Em síntese, são muitos os perfis para uma liderança eficaz, não sendo possível apontar um como único caminho. A maioria deles advém de um conjunto integrado de habilidades cognitivas, capacidades sociais, econômicas, tendências disposicionais, condições situacionais e contingenciais envolvendo cada indivíduo e seu conjunto.

Por isso, para facilitar o entendimento, explicamos alguns perfis no próximo tópico, lembrando que há muitos outros! Continue a leitura.

Que tipo de líder é você?

Conheça os principais estilos de liderança do setor automotivo: São eles os líderes:

  • Autocrático – O chefão: o líder toma as decisões sem consultar ou solicitar a participação de seus liderados.
  • Democrático – Aberto a opiniões: mais coletivista, este líder inclui os liderados nas decisões ativamente. Ele solicita ideias e feedbacks, além de auxílio na construção de soluções e resultados.
  • Liberal – Autonomia é tudo: O líder estabelece metas e deixa seus subordinados com autonomia para exercer suas tarefas, tomar decisões e realizar os próprios planejamentos.
  • Estratégico ou Situacional – O adaptável: Flexível, ou seja, que se molda a partir da maturidade dos liderados e tarefa a ser executada. Outros fatores de influência são  o perfil de cada colaborador e as situações apresentadas na organização
  • Coach – A motivação em pessoa: Ele está em busca do próprio desenvolvimento pessoal e deseja o mesmo para sua equipe. Tenta promover a automotivação dos colaboradores, utiliza feedbacks e recompensas para o aprimoramento de competências tanto intelectuais quanto emocionais.
  • Visionário – O inovador: líder disposto a acreditar no potencial de cada um dos seus liderados, que aceita novas ideias e está disposto a correr riscos

Portanto, ser um  líder dentro na sua concessionária é ir muito além das metas. 

O gestor pode criar um ambiente integrado, que permite o compartilhamento de conhecimento e o desenvolvimento de toda a equipe, basta desejar! 

Os processos de liderança são diversos e basta você escolher qual líder deseja ser! É sempre possível investir em métodos, ferramentas e desenvolvimento individual e coletivo para contribuir no processo de liderança. Comece agora, conte pra gente que tipo de líder é você aqui nos comentários e compartilhe esse artigo com os colegas!

Aryane Gouvea Especialista em Marketing na MOB1. Planejo ações e conteúdos que possam ajudar pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *