Pietra Rodrigues Comunicadora e comunicativa, trabalho para gerar transformações efetivas para empresas e profissionais.

Business tracks: adaptabilidade é a mais pedida da década

1 min | leitura

Num cenário que sugere bruscas mudanças no que se conhece de mundo e funcionamento de empresas, a adaptabilidade será um fator chave para permanecer e prosperar no mercado. 

Para saber o porquê disso, quando essa mudança deve acontecer e a melhor forma de dar start na transformação digital, confira abaixo:

Transformação digital everywhere

Não é de hoje que o termo “transformação digital” vem sendo cunhado por aí.

Por mais que a incidência desse uso tenha tido um grande incremento nos últimos tempos por conta da crise econômica, social e de saúde; ver esse termo em anúncios, artigos e manchetes não é algo incomum.

Mesmo nesse cenário, a tal da “transformação digital” aparenta ser subjetiva, futurística e distante.

Ainda há, hoje, empresas no mercado que não compreendem seu conceito, amplitude e aplicabilidade por completos. 

Digital que? 

Por mais óbvio (ou irreal) que isso possa parecer para você dentro do setor em que você atua, a transformação digital está muito mais relacionada ao modo de funcionamento e operação de uma empresa do que a forma como ela se comunica com seus clientes. 

Na prática, isso significa que se todos os seus esforços em digitização estiverem focados apenas em comunicação via redes sociais ou anúncios no Google, há muito que se pensar sobre a inclusão da tecnologia no dia a dia da sua empresa. 

É como dizia Darwin… adaptabilidade

Para empresas que atuam com modelos de negócios mais conservadores, a ideia de aderir a transformação digital pode soar um tanto quanto “startupeiro” demais, e esse é um movimento compreensível. 

A questão é que não se trata mais de uma escolha banal, mas sim crucial: seu negócio continuará existindo em 1 ano? E em 5? E em 10?

Se sua resposta mental a essa pergunta carregou qualquer leve teor de dúvida, é possível que você tenha caminhos em aberto para trazer a tecnologia para o centro dos seus negócios.

Num contexto totalmente diferente, Charles Darwin (1809-1882), naturalista inglês, desenvolveu uma teoria evolutiva chamada de Teoria da Seleção Natural.

De acordo com ela, resumidamente, os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados. 

Ainda que em contextos bem distintos, um paralelo entre a evolução das espécies e a das empresas é possível de ser percebido – a ideia é a mesma: adaptar-se

Essa e outras características são, mais do que nunca, fundamentais no setor automotivo. Fazer, movimentar e transformar o que for necessário para ganhar vantagem competitiva e conseguir evoluir permanecendo no planeta. 

Quer saber mais sobre adaptabilidade transformação digital nas empresas? Assine a nossa newsletter!

Pietra Rodrigues Comunicadora e comunicativa, trabalho para gerar transformações efetivas para empresas e profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *