[ editar artigo]

Caminhões Elétricos: Dois Modelos que Devem ser Produzidos Ainda em 2020

Caminhões Elétricos: Dois Modelos que Devem ser Produzidos Ainda em 2020

Todos nós já sabemos que existe uma grande quantidade de caminhões nas estradas, eles atuam diretamente no transporte de cargas por todo o Brasil. Como já sabemos, o preço do combustível está aumentando cada vez mais e por isso as montadoras estão inovando até no combustível dos caminhões. 

Exatamente isso, as montadoras estão desenvolvendo caminhões elétricos. Por serem uma opção mais econômica, ecológica e silenciosa que os motores convencionais, grandes empresas como a Volkswagen e a Mercedes, já estão dando início a produção em massa destes veículos.  

Para você conhecer um pouco mais sobre estes caminhões elétricos, separamos um conteúdo exclusivo, confira:

Caminhão E-Delivery

Caminhões Elétricos E-Delivery

Diferentes segmentos do mercado automotivo, seguem modelos sustentáveis para seus motores. A Volkswagen já se prepara para começar produzir seus caminhões elétricos, que serão chamados de E-Delivery, serão mais econômicos e com tecnologia de ponta. 

Com baterias de íon-lítio, o primeiro caminhão elétrico da Volkswagen possui uma autonomia de 200 Km com sua carga completa e 60 Km com uma carga rápida. A carga completa da bateria, recarrega 100% em apenas três horas e a carga rápida recarrega 30% em apenas 15 minutos do valor total da bateria.

Já existem mais de 1,6 mil unidades sendo negociadas e a produção está prevista para iniciar no final de 2020. A montadora já definiu um grupo de parceiros e fornecedores para auxiliarem em toda a fabricação no formato de consórcio modular. 

Os parceiros e fornecedores são: 

  • Weg (motores); 

  • Bosch (sistema elétrico);

  • CATL e Moura (baterias);

  • Meritor (desenvolvimento de engenharia e produção);

  • Siemens (serviços e sistemas de recargas das baterias);

  • Eletra (parceria tecnológica);

Caminhão Actros

Caminhões Elétricos Actros

Mais um indício dessa tendência no mercado, é a Mercedes Benz, que já possui um modelo de caminhão elétrico em produção, o Actros. O lançamento do novo modelo está previsto para entrar no mercado no mês de Abril de 2020.

Pouco se sabe sobre o novo modelo, porém, já foi confirmado que o caminhão será produzido sem os retrovisores e com a tecnologia MirrorCan. Com um campo de visão em alta resolução e um alerta de pedestres com alcance de 200 metros, a tecnologia presente nas duas telas da cabine irão suprir a necessidade dos espelhos.

“Além de maior segurança ao motorista, o MirrorCan reduz o consumo de combustível em 0,5% a 1% por melhorar a aerodinâmica ao eliminar dois grandes espelhos”. Segundo o presidente da empresa Mercedes Benz.

Custos de Produção dos Caminhões Elétricos

 O Presidente da Volkswagen, Roberto Cortes, discutiu com o governo maneiras para diminuir o custo da produção de caminhões elétricos

Para produzir o modelo de caminhão elétrico, o preço chega a ser o dobro de um caminhão convencional a diesel. Um dos produtos que mais eleva o custo do projeto são os impostos sobre a importação das baterias, já que o Brasil não fabrica o modelo necessário para o caminhão.

Outras medidas que ajudam a combater o alto custo, seria o crédito fiscal e isenção de pedágio/estacionamento. 

Em São Paulo, carros híbridos e elétricos, são livres do rodízio de carros  e pagam menos no valor do IPVA. 

“É preciso considerar os benefícios dos veículos elétricos, como menos emissões de poluentes, menos ruídos e menos custo de manutenção, entre outros” afirma Carlos (presidente da Mercedes) ao jornal Estadão.

 

MOB1.CLUB
MOB1 ONE
MOB1 ONE Seguir

BUSCAMOS NOVAS RESPOSTAS PARA A MOBILIDADE E ELAS COMEÇAM POR VOCÊ!

Ler matéria completa
Indicados para você