[ editar artigo]

“Como eu me movo no mundo?”

“Como eu me movo no mundo?”

Entre todas as reflexões que já fiz na vida, não imaginava que chegaria nessa: ”Como eu me movo no mundo e quanto isso implica no meu dia a dia?”  

 

Algo tão abrangente e ao mesmo tempo de tanta significância.

 

Isso ocorreu por volta de 1 ano atrás, depois de perceber quanto tempo, dinheiro e energia  gastava (e ainda gasto!) indo e vindo.

 

Comecei a refletir em como eu poderia gastar menos “de mim” durante os trajetos, tornando meu dia a dia mais agradável e com menos correria.

 

Sou mãe e trabalho fora, o resto você já pode imaginar. Correria sempre! Depois de perceber que eu não estava feliz com a minha correria tomei algumas iniciativas.

 

Não! Não comprei uma bicicleta (apesar de amar, rs). Não seria viável trocar meu carro por outro automóvel, este não era necessariamente o problema, mas sim as grandes distâncias sem nenhum planejamento. O que me faziam percorrer vários bairros num verdadeiro “vai e vem”.

 

Foi aí que listei o que eu faria pra mudar como eu me movo

  • Mudança de período do meu filho na escola!

RESULTADO: não pegava mais horário de pico e também não saía como uma maluca de casa.

 

  • Mudança da natação do filho para uma mais cara, porém, pertinho de casa!

RESULTADO: além de ganhar tempo ainda dividia o vai e vem com os avós.

 

  • Mudança de profissionais de saúde e outros serviços para locais onde poderia ir a pé.

RESULTADO: Não tirava o carro do estacionamento, me locomovia apenas a pé e pelo elevador! Era perfeito pra mim que usava a hora de almoço para resolver a vida. Cheguei a ir em consultas no prédio da frente, do lado e até no mesmo prédio em que eu trabalhava!

 

  • Mudança de hábitos de Exercício Físico e escolha de lugar ao lado do trabalho! RESULTADO: Eu estava SUPER sedentária e precisava começar algo, mas desistia por estar sempre cansada e quando pegava o carro desistia e ia pra casa. Passei a correr no parque próximo ao trabalho na hora do almoço (levava marmita) e também me inscrevi na academia ao lado do escritório. Vou no fim da tarde e quando pego o carro pra ir pra casa, já não tem mais trânsito!

 

  • Mudança de rotina nos finais de semana! Frequentar lugares de lazer mais próximos e fazer viagens de no máximo 2h.

RESULTADO: Descansava mais do que cansava. Passava mais tempo curtindo do que dirigindo. Além da economia de combustível, claro!

 

  • Evitar compromissos fora de mão e optar por fazer aulas somente via Skype ou EAD!

RESULTADO: Ser orientado online já é praticamente a mesma coisa que de forma presencial! Além dos cursos online saírem mais baratos, ainda economizava nos lanches de rua, pois ia direto pra casa.

 

As mudanças não ocorreram de um dia pro outro! Foram graduais...e continuam ocorrendo.

 

Estas pequenas escolhas, afetaram não somente a forma como eu me movia no mundo, mas fizeram diferença nos meus relacionamentos, no meu humor e no meu bolso! Minha forma de escolher continua sendo esta: “É perto? Então é ali que eu vou.”

 

Comente aqui se você se identificou. Queria saber o que você tem feito pra melhorar seu dia a dia também...vamos nos ajudar!!! :)

MOB1.CLUB
Giovana Felix
Giovana Felix Seguir

Publicitária, mãe, adora viajar, ama estar com a família e fazer novos amigos.

Ler matéria completa
Indicados para você