[ editar artigo]

Motivos Para se Usar Vestuário Adequado e Capacete ao Pilotar Motos

Motivos Para se Usar Vestuário Adequado e Capacete ao Pilotar Motos

Uma das funções do vestuário para os motociclistas é a segurança. Outra função é garantir que o seu corpo não fique muito frio ou muito quente. Na verdade, essa função aumenta a sua segurança também, já que é necessário um corpo que funcione bem para poder dirigir corretamente.

A seguir, descubra mais sobre esses e outros os motivos para se usar um vestuário e um capacete adequados ao se pilotar motos.

1. Capacete para Moto

Ajuste

De longe, o aspecto mais importante de um capacete é saber se ele se encaixa bem. O melhor conselho, portanto, é ir a uma loja especializada, onde haja pessoas que realmente possam ajudá-lo a verificar qual é o mais apropriado para o seu caso.

O capacete deve se encaixar perfeitamente desde a primeira vez que o utilizar. Quando você balança a cabeça, por exemplo, o capacete não deve se mover.

Materiais

Quanto aos materiais: um capacete tem uma escala externa que não deve quebrar e uma escala interna que está lá para absorver a energia do impacto.

Capacetes muito baratos têm uma escala externa de ABS ou policarbonato. Não os compre: eles são danificados pela luz ultravioleta e você deve jogá-los fora depois de menos de dois anos e, durante esses anos, sua força diminui.

Capacetes mais caros, por outro lado, têm uma escala externa com base em fibra de vidro ou similares, o que faz com que sejam leves e fortes ao mesmo tempo.

Peso

O peso de um capacete não é apenas uma questão de conforto; é importante também no que diz respeito à segurança. Um capacete pesado aumenta, como você pode imaginar, a chance de um pescoço quebrado em caso de um acidente. Então, quando você não souber qual dos dois capacetes escolher, decida pelo mais leve.

Tempo de duração

Capacetes mais caros permanecem bons por 5 anos. Compre um novo depois desses 5 anos!

Tipos de capacete: Full Face, Cross e Jet

Finalmente, você tem que escolher entre um capacete que cubra o seu rosto inteiro (Full Face), um capacete aberto (Jet) ou um capacete para corridas (Cross).

Há discussões quentes entre fãs de capacetes Full Face e fãs de capacetes Jet. Em suma: os que gostam do modelo totalmente fechado alegam que um capacete Jet oferece (teoricamente) uma segurança menor para o rosto.

Já os que preferem os capacetes abertos dizem que, graças ao modelo que usam, nunca têm viseiras embaçadas e apontam para a chance extra teórica da possibilidade de quebrar o seu pescoço com um capacete de rosto inteiro.

A nossa dica? Compre um capacete com o qual você se sinta mais confortável.

2. Luvas

Mãos são importantes

Em segundo lugar de importância, para manter-se bem protegido, estão as suas mãos: o risco de serem machucadas em caso de queda é bastante grande e você não quer ter que conviver com mãos paralíticas. Portanto, use sempre pelo menos um capacete e luvas.

Como as luvas devem fazer você se sentir

Suas luvas devem permitir que você sinta o guidão muito bem, sinta o que está fazendo e, ao mesmo tempo, elas devem proteger contra deslizamentos.

Em volta do seu pulso

Um aspecto frequentemente negligenciado das luvas é como elas se encaixam no pulso. É muito importante que elas não escorreguem das mãos em caso de queda: caso contrário, seria o mesmo que estar andando sem luvas.

Então, antes de comprá-las, teste-as tentando tirá-las de suas mãos sem abrir o ajuste em torno de seu pulso. Se elas saírem com muita facilidade, não as compre.

3. Botas

As botas que você usa enquanto anda por aí com a sua moto Honda devem cobrir totalmente os seus tornozelos. Além disso, devem ser resistentes o suficiente para evitar que os seus pés e tornozelos tenham ossos quebrados em caso de um acidente.

Dizer que botas com placas de metal no interior, cobrindo os dedos dos pés, são uma boa forma de proteção, é algo um tanto questionável: estas placas de metal podem proteger os dedos dos pés, mas são capazes de cortá-los em dois também.

E outra: você não precisa comprar botas que são fabricadas especialmente para motociclismo. Botas de segurança em geral ou sapatos também funcionam bem.

Só tenha em mente, ao comprar sapatos ou botas que não sejam específicos para o motociclismo, que é importante verificar o material da parte superior da sapata esquerda: ela deve ser tolerante quanto à troca de marchas.

4. Jaquetas e calças

Protegem contra deslizamentos

A roupa do motociclista (o que inclui jaquetas e calças apropriadas) deve protegê-lo quando deslizar no trânsito. O problema do deslizamento, para quem nunca passou por isso, é que a superfície da estrada funciona como um enorme ralador e, além disso, muito calor será gerado.

Para esse tipo de proteção, a sugestão que temos a dar é o couro. Nada ainda chega perto dele, sobre essas propriedades. Apenas tenha em mente que deve ser de no mínimo 1,2 mm de espessura e de boa qualidade.

Os pontos também merecem atenção: eles devem ser costurados duas vezes (sempre cobertos por um pedaço de couro). Se as calças de couro estiverem rasgadas nos pontos, isso não o protegerá de ralar o joelho em uma queda na sua moto Honda.

Protegem contra impactos

Além da proteção ao deslizar, também seria bom se você tivesse alguma proteção contra o impacto de uma colisão – seja com a estrada, com um carro ou com qualquer outra coisa que você encontrar no seu caminho.

A proteção contra impactos funciona de duas maneiras: o impacto pode ser distribuído em uma área maior ou pode ser absorvido. Em lojas especializadas de motociclismo, você encontrará várias classificações sobre o tipo de proteção que estará recebendo utilizando determinada linha de roupa.

Uma delas é a que oferece proteção rígida, ou seja, que distribui o impacto. Outra é a proteção “soft”, que absorve o máximo possível do impacto. Na dúvida, você pode comprar um colete e calças elásticas com proteção para ombros, cotovelos e joelhos.

Protegem contra o frio

Segurança ativa tem a ver com a forma como você se protege evitando acidentes e antecipando-se a eles. Para poder fazer isso da melhor maneira possível, você deve estar confortável nas suas motos usadas e proteger-se do frio, portanto, pode ajudar a melhorar a sua segurança.

Todo mundo sabe que muitas camadas diferentes de roupas funcionam melhor no frio do que uma camada espessa. É bom usar uma camada externa que proteja você e mantenha o vento do lado de fora, uma camada para mantê-lo seco e, em seguida, camadas para mantê-lo aquecido, como a lã.

E tem mais: como a área que dissipa a maior parte de calor do seu corpo é a sua cabeça e o seu pescoço, é bom ter a preocupação de também mantê-los aquecidos. Para isso, use sempre algo ao redor do pescoço quando estiver frio e certifique-se de que não haja aberturas entre seu xale e seu capacete quando estiver andando nas suas motos usadas.

Protegem da chuva

Para se proteger da chuva, aposte em tecidos impermeáveis. Em relação às calças, quando você usa sapatos (em vez de botas altas), é importante que essas calças sejam compridas o suficiente para cobrir os seus tornozelos. Caso contrário, seus pés ficarão molhados, não importa quão impermeáveis ​​sejam seus sapatos ou a sua roupa.

Protegem do calor

Os fabricantes de roupas para motociclistas usam diferentes formas de ventilação para as peças. Entre elas, podemos citar primeiramente os zíperes, que não recomendamos muito.

Isso porque, ao deslizar na estrada, você não vai querer zíperes entre a sua pele e o asfalto. Além disso, o ponto mais fraco da roupa, na maioria das vezes, é formado pelos pontos, e os zíperes possuem muitos pontos.

Outro tipo de roupa usada no calor é a malha, que também ajuda a aumentar a ventilação do corpo, embora esses materiais naturalmente nunca forneçam a mesma quantidade de proteção que os tecidos "sólidos".

O couro, em geral, será mais frio que os tecidos sintéticos, quando houver vento. Existem até jaquetas feitas de couro perfurado (embora o mesmo se aplique ao tecido de malha: não espere a mesma proteção que a de um couro comum).

No entanto, em algumas circunstâncias, o couro é muito quente, mesmo quando estiver em movimento com a sua Harley-Davidson. Portanto, é bom escolher um tecido que você se sinta confortável e, no trânsito, ter um cuidado extra nas manobras e ultrapassagens.

Outra dica é em relação àqueles momentos em que você decidir andar de braços ou pernas à mostra. Lembre-se de que é muito fácil se queimar andando por aí com a sua Harley-Davidson sem um protetor solar adequado. É por isso que, em geral, encobrir a sua pele é melhor quando o tempo está muito quente (lembre-se dos beduínos).

E quanto à sua cabeça, um capacete aberto, ou um que seja mais ventilado, ajuda a manter a face refrescada com o vento. Por fim, encharcar uma bandana na água e usá-la no pescoço também ajuda muito.

Deu pra entender agora a importância de se usar um vestuário e um capacete adequados ao se pilotar motos? Agora, só o que falta é compartilhar essas dicas com o seu grupo de motociclismo nas redes sociais.

 

MOB1.CLUB
Marco Túlio
Marco Túlio Seguir

HEAD CEO Inoweb

Ler matéria completa
Indicados para você