[ editar artigo]

Motos:  Entenda Mais Sobre Essa Paixão Brasileira!

Motos:  Entenda Mais Sobre Essa Paixão Brasileira!

Talvez você tenha um amigo assim. Ou você mesmo pode ser uma dessas pessoas loucas e apaixonadas por motos, e que realmente fica encantado com cada novidade do mercado, e cada novo lançamento.’.

Acredite: você não está sozinho! As motos são uma paixão nacional, e a ciência ainda não conseguiu explicar porque, exatamente, esse veículo desperta tanto interesse e tanta euforia em seus admiradores!

Uma coisa curiosa que podemos observar é que esse prazer em andar sobre as duas rodas não escolhe cor, crença, condição social. 

A paixão por motos é algo que realmente arrebata qualquer pessoa.

Breve História Das Motos!

A história das motos é bem curiosa, pois, existem registros que nos mostram que esse veículo foi desenvolvido simultaneamente em dois países: França e Estados Unidos.

É até hoje considerada uma das invenções mais importantes do século XIX – e isso quem diz não são os apaixonados, mas sim os historiadores!

Sus inventores são o francês Louis Perreaux e o americano Sylvester Roper que, sem se conhecer, e afastados por um continente inteiro, mantinham estudos referentes a mesma ideia: a locomoção a partir de um veículo mais leve, mais rápido, e equilibrado apenas em duas rodas – porém, motorizado.

As primeiras motos funcionavam a base de motor de carvão vegetal. Os motores a gasolina só foram implantados um pouco mais tarde, em 1885. Para muitos, esse é o ano em que, de fato, as motos – conforme conhecemos hoje – foram inventadas.

Quando surgiu a primeira fabricante de motos?

Feitas as descobertas, e tudo basicamente direcionado, em 1894 surgiu a primeira fábrica. Ela se chamava Hildebrand & Wolfmüller, e era de origem alemã. A fábrica se tornou um sucesso, em seu primeiro ano foram mais de 200 veículos vendidos.

 

Os Japoneses E As Motos:  Como Se Tornaram Uma Referência Mundial?

A Segunda Guerra Mundial levou o mundo a passar por uma transformação drástica, inclusive no que diz respeito ao potencial de fabricação automobilística. E é justamente nesse período que os japoneses despontam como referência de qualidade na fabricação de motos!

Hoje, os japoneses representam a indústria mais lucrativa de motos. Os modelos mais vendidos no Brasil, inclusive, são originários dos nossos colegas orientais. 

 

Veja um as 3 marcas de motos mais vendidas

 

Suzuki:

As motos Suzuki figuram a lista de mais vendidas, e estão entre as queridinhas do brasileiro. Um dos motivos é que a fabricante costuma trazer modelos leves e ágeis, que atraem muito o público desse transporte. 

No entanto, inegavelmente as motos dessa marca não aguentam percorrer distâncias muito longas, sendo mais indicadas, em sua maioria, para trajetos curtos ou médios.

 

Honda:

Motos da marca HONDA também atraem muito o público. Elas são famosas por sua qualidade elevada, principalmente pelo potencial do motor. O modelo XRE 300 acabou se tornando um dos mais valorizados no Brasil.

O modelo é perfeito para quem vai transitar pelas vias urbanas, mas a sua potência não deixa a desejar nada aos aventureiros que pretendem viajar em estradas de terra.

 

Yamaha:

Mais uma japonesa que ganha destaque quando os assuntos são as motos de alta qualidade. A Fazer 250 é uma boa opção para quem quer uma moto prática e de alta qualidade, apesar de consumir bastante combustível.

O seu preço acessível faz com que seja um modelo frequentemente escolhido pelos motoboys. Uma boa escolha para quem quer andar de moto sem desembolsar uma fortuna!

 

Motos Podem Ser A Solução Para Melhorar A Mobilidade Urbana!

 

Inegavelmente, as motos são excelentes opções de transportes, sobretudo se estamos falando de grandes centros urbanos. Como bem sabemos, a questão de mobilidade é sempre um problema nessas regiões.

As motos e scooters contribuem para uma fluidez muito melhor no trânsito, o que acaba aumentando a qualidade de vida de todos os moradores!

As motos conseguem cortar o trânsito, diminuindo os quilômetros de congestionamento. São opções para quem tem pressa, e quem não tem paciência para ficar parado nas rodovias.

Tipos de motocicletas

Assim como existe várias categorias de carros, também existem categorias, estilos e  materiais para as motos.

Algumas são mais conhecidas do que outras, e são mais ativas pelo Brasil. 

Elas variam entre cilindradas, tipos de pistas e usos e outras categorias. Veja uma lista com as principais encontradas no país:

 

  1. Scooter: essa é uma das mais conhecidas por todos, porém mais utilizadas pela população jovem. Suas cilindradas variam entre 50 e 150 cm³. Elas são mais baratas, ainda que rápidas e econômicas.  Possuem câmbio automático, e conseguem trafegar bem pelos mais diversos trânsitos. Entretanto, acabam não trazendo um conforto e segurança maior, por ter uma roda menor.  A principal característica dessa moto, é que o piloto não montado, e sim sentado devido a posição do banco.
  2. Esportivas: o principal dessa moto é simplesmente que elas foram feitas para conseguir acelerar o máximo possível. A velocidade é o que mais pesa na qualidade, porém acaba sendo ruim para a posição dos pilotos, com muito desconforto. Para alcançar essa velocidade maior, é preciso que eles fiquem na posição inclinado para frente, para conseguir reduzir a resistência do vento e diminuir o peso da moto. Elas podem chegar na faixa de até 1.200 cm³. São utilizadas em corridas como a Moto GP e SuperBike.

  3. Chopper: essas não são tão focadas em velocidade, conforto ou de conseguir andar bem nos trânsitos das cidades. O foco maior dela é de serem customizadas, principalmente na parte do guidão, que tem um formato de garfo embaixo. São utilizadas mais em eventos de amostras de motocicletas.

  4. Cub: a moto cub é uma mistura entre a scooter, moto street e a motoneta. Ficou extremamente representada pela Honda Biz no começo dos anos 2000. Assim como suas semelhantes, ela é definida principalmente pela facilidade de pilotar e também por sua leveza. Difere-se da scooter, pois o piloto viaja montado, e apoia seus pés nas pedaleiras. Sua cilindrada é baixa, entre 100 e 125 cm³.  

  5. Naked: são motos esportivas, porém com menos desconforto do que outras de categorias semelhantes. Elas são boas para quem gosta de velocidade, quer um design legal e estiloso, e ainda assim manter um conforto ideal. Ela é boa tanto para a cidade, quanto para a estrada, onde atinge melhor seu potencial. Algumas delas são de alta cilindrada, outras baixas. Há uma variação bem grande entre 200 cm³ e 1.000 cm³. São chamadas de naked (nuas), pela pouca quantidade de carenagens, que deixa todo design dela a mostra. O piloto fica menos deitado do que nas outras, o que garante o conforto a ele.

  6. Street: para alguns é uma categoria separada, para outros é uma subcategoria das naked. De qualquer forma, recebem esse nome (street é rua em inglês) por serem ideias para utilizar no trânsito urbano. São também uma das mais vendidas no Brasil, e preferidas entre todos. Sua cilindrada varia entre 125 e 500 cm³.  Também possuem a posição de piloto sentado, com as pedaleiras para o apoio. São mais baratas e econômicas e por isso as preferidas dos brasileiros.  

  7. Streetfighter: segue um padrão bastante semelhante a naked, especialmente por ter pouca carenagem. Entretanto, possui um motor mais potente que a outra. Ela teve sua origem como objetivo para servir de corridas de racha nos centros urbanos. Mas também são boas para usar no dia a dia, e ainda ousar e se aventurar nas estradas e rodovias com uma velocidade boa.

  8. Off-Road: sãs as famosas motos de trilha, ideais para viagens em lugares com um chão não tão liso e com diversos obstáculos. Possuem uma suspensão mais alta que o normal, ideal para fugir da lama. Seus pneus são maiores, o que permite que elas sejam boas para qualquer tipo de terreno. Os bancos, entretanto, são mais duros e baixos, o que pode gerar um desconforto durante as viagens com trajetos maiores e demorados. O consumo do combustível varia de cilindrada para cilindrada.

 

Como escolher qual modelo de moto escolher?

 

Seja a primeira moto ou não, escolher o modelo e tipo ideal para você é essencial.

A primeira coisa a se fazer é pesquisar bastante, e entender qual a sua necessidade. m sua pesquisa você encontrará muitas informações e até pode se divertir vendo quais as motos mais famosas do mundo!

Se o uso será mais intenso, principalmente na cidade, então deve evitar alguns tipos que não dão tanto conforto, mas que ainda trazem velocidade.

Se já está em busca de aventura, e velocidade acima de tudo, não dá para escolher uma scooter ou algo semelhante. Os preços também são importantes para decidir qual modelo você pode arcar. Mas o principal, é que saiba qual a sua necessidade, e então fica mais fácil na hora da decisão.

Agora saiba um pouco mais sobre como manter uma moto bem conservada!

Cuidados essenciais com as motos:

Obviamente estamos falando de um transporte mais vulnerável, e como tal é essencial manter a atenção redobrada na hora de pilotar uma motocicleta!

Um dos cuidados mais importantes é sempre usar o capacete. Ele protege contra acidentes, garante que o seu crânio tenha uma segurança extra diante de quedas e impactos.

Além disso, a atenção redobrada é mais do que uma exigência para quem pilota motos. Ter a habilitação adequada é um dos pontos mais importantes, e precisa ser pensado com  calma para garantir a sua segurança e das demais pessoas.

As motocicletas são veículos mais do que essenciais para ajudar na fluidez das grandes cidades, além de serem também excelentes para viagens e explorações. Só quem é apaixonado por motos sabe o quanto elas são fascinantes!

 

5 Dicas De Segurança

As motos representam uma parcela importantíssima do tráfego brasileiro. Nas grandes cidades elas ainda têm a obrigação de desafogar o trânsito, colaborando para que as vias e rodovias fluam de maneira mais confortável e ágil.

Na maioria das vezes as pessoas começam a usar as motos como uma forma de acelerar e otimizar o trajeto, mas ao fim terminam como grandes apaixonados por esse modelo de veículo.

Porém, infelizmente ainda nos deparamos com muita imprudência e falta de cuidado, o que acaba colocando a vida do motociclista em sérios riscos. E para fugir desse problema você deve adotar algumas estratégias de segurança.

 

Aproveite O Potencial Das Motos Sem Correr Riscos!

A sua moto pode ser a sua grande companheira, capaz de lhe acompanhar em aventuras incríveis, criar as melhores memórias, e com certeza lhe ajudar a ter uma vida mais feliz e repleta de liberdade!

Mas, ela também é um veículo mais frágil do que os demais, e por isso precisa de atenção redobrada. Afinal, o piloto se mantém completamente exposto, o que pode trazer riscos diante de qualquer acidente.

Faça sempre as revisões, cuide dos pneus e use equipamento de segurança.

A importância do capacete:

É impossível começar essa lista sem citarmos em primeiríssimo lugar a importância do capacete.

Ele é o artefato que vai proteger o crânio, uma das partes que não somente ficam extremamente expostas, mas que também acaba sofrendo os ferimentos mais graves!

Porém, você se engana quando pensa que o capacete é sempre igual, e que tanto faz qual deles você escolhe.

Na verdade, você precisa pensar com calma sempre em qual é a estrada e o caminho que você vai realizar, e a partir disso optar pelo capacete ideal.

 

Esteja sempre atento para o uso da seta!

A seta é essencial para o trânsito, para a proteção de qualquer pessoa, em qualquer local e em qualquer veículo. Mas isso se torna ainda mais importante quando estamos falando de motos!

Afinal, ela servirá para avisar outros motoristas sobre o seu percurso. Isso garante que eles se preparem para a sua entrada, e pode evitar erros fatais!

 

Garanta que você está sendo visto:

Na maioria das vezes os acidentes envolvendo motociclistas – e muitos deles, infelizmente, fatais – acontecem porque o motorista do outro veículo não enxergou a chegada da moto.

Então, fazer-se ser visto é fundamental, e pode ser a estratégia de segurança mais importante para quem pilota motos!

Posicione-se de maneira que seja visto nos retrovisores, buzine para indicar a sua chegada, use a seta, enfim.

Aproveite cada um dos artefatos que estão a sua disposição para garantir que os outros condutores enxerguem a sua presença.

 

Cautela redobrada nas ultrapassagens:

A moto existe para que o trânsito flua melhor. Isso é um fato! Mas, nem de longe significa que vale a pena se arriscar para ganhar alguns minutos no tempo de chegada ao seu destino!

Se for fazer uma ultrapassagem, tenha plena consciência de que essa é uma estratégia arriscada, e que você deve manter a atenção redobrada!

A moto com certeza é favorável para ultrapassar, já que se trata de um veículo menor. Mas não faça isso pela pista da direita, e evite ultrapassar quando existem carros em movimento no sentido contrário.

Está levando Alguém Na Garupa? Garanta A Segurança!

A nossa última, mas não menos importante dica é que você tenha muita atenção caso esteja carregando alguém na sua garupa. Nesse caso, são duas vidas em suas mãos – o que demanda ainda mais cuidado.

É importante ressaltar aqui que a motocicleta exige que o passageiro da garupa também controle um pouco do equilíbrio.

Sendo assim, se for alguém que não tem experiência alguma, vale a pena com certeza dar umas instruções básicas.

Explique que a pessoa deve acompanhar seus movimentos levemente, que o corpo deve ser jogado para o lado contrário ao qual a moto está inclinado, sempre, para garantir que ocorra esse equilíbrio.

Pilotar motos requer um pouco de noção de espaço, física, equilíbrio. Tudo isso pode trazer mais segurança, e evitar problemas sérios, como acidentes e até mesmo morte.

As motos se encaixam no que chamamos de transporte rápido, e como tal acabam carregando os seus riscos. Mas quando usadas com cautela, elas podem ser grandes companheiras de aventura!

A sensação de liberdade e os preços mais baixos são apenas alguns dos motivos para as pessoas escolherem as motocicletas. 
Existe uma enorme quantidade de modelos delas, para todos os apaixonados.

Está pensando em comprar uma moto nova e acha que este texto pode ajudar? Então compartilhe em suas redes sociais!

MOB1.CLUB
MOB1 ONE
MOB1 ONE Seguir

BUSCAMOS NOVAS RESPOSTAS PARA A MOBILIDADE E ELAS COMEÇAM POR VOCÊ!

Ler matéria completa
Indicados para você