[ editar artigo]

Gás Natural Veicular, o que é e como aproveitar!

Gás Natural Veicular, o que é e como aproveitar!

Já tem alguns anos que ouvimos falar sobre o gás natural veicular, ou GNV como também ficou muito conhecido. Ele é um combustível alternativo a gasolina e ao etanol, tem preços muito atrativos e além de tudo, polui muito menos.

Pra quem tem curiosidade de saber exatamente o que é o gás natural veicular vou explicar aqui da maneira mais simples possível. O GNV é uma mistura de hidrocarbonetos leves, que se mantém em estado gasoso mesmo exposto a temperatura ambiente e pressão atmosférica.

Seu principal componente é o metano, que tem teor mínimo de 87%. Encontramos gás natural veicular em rochas no subsolo, frequentemente nos mesmos locais onde se acha petróleo.

O gás natural veicular é apresentado como o combustível do futuro, é reconhecido como um dos combustíveis mais limpos porque praticamente não emite monóxido de carbono. Além disso, o GNV é muito econômico, pra ter uma ideia considerando um carro popular brasileiro que rode em média 100 km/dia, enquanto ele faria na média 8 quilômetros por litro com etanol e 10 com gasolina, com GNV faz 12 km/litro.

Veículos com gás natural veicular:

Atualmente as montadoras presentes no Brasil ainda não fabricam carros em série com o GNV, a explicação é simples, o equipamento custa caro quando comparado aos custos que já se tem na produção em linha. Então, para você ter o GNV no seu carro, ônibus ou caminhão é necessário realizar a conversão.

Atenção, nunca usa GLP que é o gás de cozinha em nenhum veículo. O risco de uma explosão ou outros problemas que envolvem risco de morte dos ocupantes do veículo é altíssimo, então não arrisque, nem que por um momento de improviso. Não vale a pena colocar sua vida em risco.

Quem pode usar GNV:

Desde janeiro de 1996 o GNV pode ser utilizado por frotas de ônibus urbanos e interurbanos, veículos particulares, taxis, frotas de serviços públicos, veículos de carga e transporte e frotas de empresas. Essa regulamentação se deu através do decreto 1.787.

Atenção é preciso realizar toda a regulamentação do veículo após a instalação do kit gás. Comece realizando a instalação em uma loja credenciada pelo Inmetro. Além disso, você vai precisar da nota fiscal de compra do kit GVN, a nota fiscal do cilindro e do reteste, o atestado de qualidade do instalador registrado e a nota fiscal do serviço de instalação.

Tudo isso para obter o Certificado de Segurança Veicular – CSV, que deve ser apresentado no Detran. O custo médio pra tudo isso fica na casa de 4 mil reais.

Conversão de veículos para Gás Natural Veicular, o que muda no seu carro?

A conversão é hoje em dia um processo bem simples, já feita há bastante tempo então tem muitas oficinas que fazem o serviço com qualidade. É importante saber que existe uma pequena perda de potência do motor do carro com o uso do gás natural veicular, porém a manutenção do conjunto do escapamento diminui bastante.

A instalação do Kit gás natural veicular compensa demais para quem tem alto uso do veículo, temos que pensar que o custo de aquisição e instalação é alto. Porém, se você roda bastante é diluído super rápido no consumo.

Além de todas essas facilidades e vantagens pra quem roda bastante, o GNV é um combustível mais limpo, polui menos o meio ambiente, então, você economiza e ainda contribui com a preservação do ambiente natural!

E você, já usou gás natural veicular?

MOB1.CLUB
Mauricio Delgado
Mauricio Delgado Seguir

Sou de Guarapuava/PR e trabalho com tecnologia...

Ler matéria completa
Indicados para você