[ editar artigo]

Tudo que você precisa saber sobre o DPVAT

Tudo que você precisa saber sobre o DPVAT

Se você tem carro há mais de um ano com certeza já ouviu falar do DPVAT, provavelmente já até pagou alguma vez esse imposto. Eu não sabia bem o que é, nem como funciona, então fiz uma pesquisa que quero compartilhar aqui com vocês com tudo que reuni de informação sobre o DPVAT.

Separei em alguns pontos que considerei mais importantes para todo mundo saber como o que é, quem tem direito e valores de indenizações. Espero ajudar muito mais gente saber como isso funciona e quais são os nossos direitos em caso de acidentes com veículo.

O que é o DPVAT?

DPVAT é um imposto federal que pagamos anualmente um seguro obrigatório para danos pessoais causados por veículos automotores de vias terrestres, somente em território brasileiro. Geralmente vem junto com o IPVA bem no comecinho do ano e podemos pagar no máximo até o licenciamento do carro.

Criado em 1974, o DPVAT tem caráter social e serve para indenizar vítimas de acidente de trânsito, independente de quem seja o responsável. Todos os veículos têm DPVAT como imposto obrigatório, seja carro, moto, ônibus ou caminhão.

Do total arrecadado com o DPVAT 45% é repassado diretamente para o Ministério da Saúde, para que possam ter um auxílio para cobrir custos do atendimento médico relativo à as pessoas que sofrem acidentes de trânsito.

5% é destinado ao Ministério das Cidades para programas de prevenção dos acidentes de trânsito e 50% ficam para o pagamento das multas. Esse fundo para o pagamento das indenizações é administrado pela seguradora Líder-DPVAT.

Quem tem direito ao DPVAT e como pedir indenização?

O DPVAT não cobre danos materiais, as indenizações são apenas para Despesas Médicas com valor de R$ 2.700,00, Morte ou Invalidez Permanente ambas com valor fixado em R$ 13.500,00 por vítima.

Como você pode notar, os valores são relativamente baixos, mas ainda assim, vale a pena solicitar a indenização caso tenha direito. Nos casos de morte, cônjuges e filhos podem realizar a solicitação para receber a indenização.

É preciso entregar alguns documentos em todos os casos de pedido pela indenização do DPVAT. A lista não é muito grande e você pode conferir aqui.

Se você tem um carro e quer se prevenir de danos materiais, como batidas, furtos e roubos, é importante a minha sugestão é que tenha um seguro desses convencionais, de seguradoras comuns no mercado.

De qualquer forma, nunca deixe de quitar a guia do DPVAT, esse seguro é obrigatório!

MOB1.CLUB
Thais C.
Thais C. Seguir

Admiradora de tecnologia e novidades!

Ler matéria completa
Indicados para você