Ricardo Cabianca Propósito: desenvolver negócios que causem real impacto positivo na sociedade.

Sem dúvida ao contratar: qual o perfil dos profissionais do ecommerce automotivo?

3 min | leitura

qual o perfil dos profissionais para o ecommerce automotivo

Como todo negócio, uma empresa do setor automotivo que queira lançar uma loja virtual também passa pelo processo essencial de identificar e contratar o profissional certo para gerenciar o e-commerce de autopeças e veículos. Mas, qual o perfil dos profissionais do ecommerce automotivo?

Neste artigo vamos revelar o perfil destes especialistas e entender quais as habilidades necessárias para desempenhar as funções de uma estratégia de venda online de autopeças e até carros. 

Se você tem uma concessionária, não pode perder este post!

Perfil do profissional de e-commerce e Competências básicas

De acordo com a Pesquisa Profissional de E-commerce 2017, realizada pelo site Profissional do ecommerce, por meio de tecnologia do Google, entrevistou 367 profissionais do setor entre sócios, coordenadores gerentes, analistas, assistentes. diretores e estagiários.

As 5 primeiras edições foram realizadas em parceria com a tecnologia Ebit e serviu de base de dados para comparações.

Dentre os entrevistados 67% dos trabalhadores são homens. A média de idade é 37 anos e 78% são graduados. 55% dos profissionais precisaram contratar alguém nos últimos 6 meses e sentiram dificuldade.

Com certeza, a maioria dos profissionais do ecommerce tem habilidades e características próximas. As habilidades que os entrevistados consideraram mais importantes foram Agilidade, Organização e Planejamento e Foco em Resultado.

Habilidades

A diferença entre os cargos está principalmente na abrangência do conhecimento e nas responsabilidades. Sobre formação acadêmica, muitos vem da área da administração, marketing, logística e publicidade.

Em casos específicos, como mecânicas e concessionárias, muitas empresas preferem formar esses profissionais internamente por meio de cursos e mudança de setores. Isso lhes garante o principal: é o conhecimento sobre carros e peças. Sobretudo o conhecimento de todo o processo de busca e tomada de decisão de compra por parte dos consumidores de nichos tão específicos.

Gostar de dados e saber o que fazer com eles: ser analítico

Para trabalhar com vendas online a principal competência de quem vai operar o negócio e de fato ficar boa parte do tempo no computador é ser analítico.

A coleta de dados e a análise é fundamental para tomada de ações rápidas. É necessário conhecimento de ferramentas, funções e estratégias do varejo online automotivo.

Organização é tudo

Seja no escritório, no estoque ou na expedição, a organização é competência fundamental.  A equipe precisa estabelecer padrões para operação e isso demanda organização de todos.

Foco no resultado… e paciência pra chegar lá

Foco no resultado é uma característica bastante comum a equipes de marketing e vendas que precisam sempre pesquisar o mercado e entender os indicadores para evoluir. 

Por exemplo: avaliar o aumento de volume de visitas em um produto publicado na internet, mas a baixa venda do mesmo; verificar e comparar os preços dos concorrentes ou calcular o preço final da compra somando o custo médio de frete, para saber se está competitivo.

Normalmente, pessoas com estas competências são também bons solucionadores de problemas, tomando decisões inovadoras, rápidas e eficazes, resolvendo conflitos e estando aberto para ideias da equipe.

Experiência com carros e autopeças conta muito aqui

Por fim, algo a buscar quando há a necessidade de contratação de um profissional para o ecommerce automotivo é a experiência na área.

Ele deve entender o funcionamento do mercado digital e de carros ou autopeças. Questões como nomenclaturas, situações entre concessionária e montadora, compatibilidades além de conceitos básicos como abandono de carrinho, estoque e entrega são bons exemplos.

Agora vamos falar um pouco mais sobre cargos e oportunidades dentro dos ecommerces, não deixe de ler!

Cargos e oportunidades

Para montar uma equipe, tudo depende do tamanho da sua operação. Mas em geral alguns cargos são ideais para tornar a operação digital especializada, com foco sempre na experiência de compra do cliente.

Gerente ou Coordenador de e-commerce

Cargos ocupados por profissionais com amplo domínio mercadológico, responsáveis por acompanhar indicadores da gestão operacional do ecommerce, orientar e coordenar as equipes sobre a plataforma, o atendimento, o cumprimento de metas e a eficiência operacional. 

Coordenadores são cargos mais comuns, responsáveis pela rotina direta e questões administrativas da loja online, como processos de precificação, marketing, mix de produtos, programação, logística, relação com fornecedores entre outros.

É quem define investimentos e estratégias para o crescimento do negócio e acompanha as operações do e-commerce e indicadores macro visando o crescimento do negócio.

Analista de e-commerce e assistentes

O analista é o profissional responsável pela manutenção do sistema, integrações entre soluções, e análises da operação. Nas análises estão envolvidas, tráfego, vendas, conversão, os processos de pagamento e até segurança.

Já os assistentes executam as funções operacionais como atualizar produtos na loja virtual, atualizar banners e resolver problemas via e-mail, chat e até redes sociais. Empresas maiores designam a função de atendimento especificamente para atendentes e SAC.

Profissionais de Logística e Expedição

Independente do tamanho do negócio, os profissionais que enviarão seus produtos são muito especiais! Eles lidam com toda a cadeia de abastecimento e expedição.

Estes profissionais planejam e revisam fluxos logísticos, lidam com transportadora e os Correios. 

Também separam, revisam, faturam, embalam e enviam os pedidos, fazem o controle antifraude e de gateway, controle de troca e devolução. Além de tudo, eles mantém o estoque atualizado e acompanham os prazos de entrega.

Atendentes

Atendentes podem ser profissionais específicos do Serviço de atendimento ao Cliente SAC ou da ouvidoria, e serem responsáveis por canais como chat do site, chat de Marketplaces, telefone, e-mail, whatsapp e redes sociais usados nos processos de pré e pós-venda. 

Gostou do texto sobre profissionais do ecommerce automotivo? Então deixe seu comentário contando sua experiência no setor e suas dificuldades em contratar!

Ricardo Cabianca Propósito: desenvolver negócios que causem real impacto positivo na sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *